O que você não sabia sobre embalagem para comida congelada

O mercado de refeições caseiras tem crescido consideravelmente nos últimos anos. De acordo com dados do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) o mercado de marmitas teve um aumento de 134% no período entre 2014 e 2019.

O que você não sabia sobre embalagem para comida congelada?

Esse segmento tem sido uma forma de muitas pessoas conseguirem uma renda extra ou mesmo driblar o desemprego, já que no Brasil, hoje, Junho de 2020, o número de desempregados já passa de 12,8 MILHÕES, segundo o IBGE.

Para se destacar no ramo do delivery, onde a concorrência aumenta a cada dia, o mínimo detalhe pode fazer a diferença para seu negócio e neste artigo lhe traremos informações relevantes sobre embalagens para alimentos, mais especificamente sobre embalagens para comida congelada.

Para iniciarmos, vamos responder à pergunta básica, inicial:

“O que é e para que serve a embalagem”?

Embalagem “nada mais” é do que: um recipiente.

Sua principal função é conservar o alimento, mantendo sua integridade, além de permitir o transporte, o manuseio e proteção do produto contra o impacto.

Até aí sem muita novidade, porém, você sabe quais as melhores embalagens para alimentos congelados? Ou melhor, você sabe quais embalagens são mais adequadas ao seu produto?

A escolha das embalagens para alimentos congelados não é algo tão simples. O tamanho e o formato de embalagens para comida congelada são essenciais e a temperatura é somente um dos fatores que deve ser levado em conta.

Quando congelamos um alimento, ou mesmo uma marmita, estamos pensando em preservar o produto para consumir depois, em outra hora, em outro dia. Dessa forma, sempre que pensarmos em “comida congelada”, precisamos pensar também no inverso, ou seja, “como iremos DESCONGELAR” esse alimento?

Comodidade e praticidade são pilares fundamentais que o usuário final, o consumidor irá avaliar. Por isso, a embalagem deve possuir alta resistência térmica, tanto para ser armazenada no freezer, quanto para ser aquecida no forno convencional ou no micro-ondas, por exemplo.

Já sabemos que cada alimento, para cada modo de uso diferente, possui uma embalagem diferente para preservar suas características, porém há um senso comum sobre qual material adequado de embalagem para comida congelada. E é disso que falaremos a seguir.

Quem vende refeições congeladas deve contar com materiais feitos de plástico polipropileno, pois são resistentes e não liberam toxinas nos alimentos, pois são livres de BPA e geram menos prejuízo ao meio ambiente. Normalmente este tipo de embalagem possui na parte inferior as letras “PP”. E isso demonstra que é feito de polipropileno e possui as características citadas acima.

A praticidade da embalagem para marmita congelada, também não pode ser esquecida. Essa praticidade envolve, tanto para quem produz e armazena o alimento quanto para quem irá consumir.

Para quem prepara, a embalagem deve ser funcional para que a organização de cada marmita seja feita de maneira ágil e fácil. Já para quem recebe o alimento, o consumidor final, é importante que a embalagem seja “easy-open”, ou seja, que “abre-fácil”, sem a necessidade de se utilizar tesouras ou facas para abrir o produto.

Para garantir padrão e qualidade da embalagem para marmita congelada, o caminho mais fácil é contar com marcas de qualidade. A Solupack atua há mais de 20 anos no mercado de embalagens e é reconhecida pela sua excelência e confiabilidade quando assunto é qualidade e entrega.

Fique atento se os seus fornecedores trabalham com marcas que atendem a cada um dos pontos listados acima. Se precisar, entre em conosco para saber qual melhor sistema de embalagens para seu negócio.

Os tipos de embalagens para alimentos congelados

Recipientes plásticos com tampa
– Fáceis de limpar e grande variedade de tamanhos e formatos

– Lembre-se de verificar à resistência térmica de cada uma

Recipientes aluminizados
– Uso caseiro e podem ser moldados facilmente

– Conserva o alimento congelado por um curto período de tempo.

– Não são hermeticamente fechadas e não podem ser levadas ao micro-ondas.

Sacos de polietileno
– Podem ser moldados facilmente

– Necessário retirar todo ar da embalagem antes de selar, para evitar oxidação.

– Não são recomendáveis para líquidos.

Papel cartonado
– Alta resiliência às mudanças de temperatura

– Pode ser levado ao forno convencional ou micro-ondas

 

CONCLUSÃO

Todos os alimentos podem ser congelados.

Cada um tem temperaturas específicas para serem congelados, e por isso, muitas marcas escrevem nos rótulos a quantos graus deve ser armazenado.

Os alimentos congelados podem de fato aumentar sua vida útil, evitando o desperdício. No entanto, os alimentos congelados também têm prazo de validade. Algumas marcas colocam no verso da embalagem o tempo de validade depois de aberto ou fechado no congelador.

Muitas pessoas acreditam que todos os alimentos precisam ser descongelados antes do uso, na verdade isso não é necessário e pode até mesmo estragar o produto. Atente-se ao modo de preparo de cada alimento no verso da embalagem.

Diante da grande variedade de alternativas, vale contar com a ajuda de uma empresa especializada em sistemas de embalagens para avaliar qual a melhor para o seu produto. Essa pode ser uma forma de reinventar sua marca e alavancar sua produção de alimentos congelados.

Por isso, não pare por aí, agora que você conhece os principais cuidados que deve tomar na hora de escolher, leia também este artigo e veja por que é preciso para ter um delivery de sucesso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima